Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/cidade/public_html/turismo/interest.php on line 25

Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/cidade/public_html/turismo/interest.php on line 170
Memorial dos Povos Indígenas - Cidade Brasília

Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/cidade/public_html/turismo/top.php on line 17
Patrimônio Cultural da Humanidade

Memorial dos Povos Indígenas

Museu | mostrar no mapa

Navegação Interior
Térreo
Construído em 1987, o Memorial dos Povos Indígenas foi projetado por Oscar Niemeyer em forma de espiral que remete a uma maloca redonda dos índios Yanomami. O espaço tem área construída de 2.984,08m2, com acesso principal através de uma rampa. Tem por objetivo mostrar a grande diversidade e riqueza da cultura indígena de forma dinâmica e viva. Com esse propósito, promove diversos eventos com a presença e a participação de representantes indígenas de diferentes regiões do país. No acervo, há , peças representativas de várias tribos, incluindo exemplares da coleção Darcy-Berta-Galvão com destaque para a arte plumária dos Urubu-Kaapor; bancos de madeira dos Yawalapiti, Kuikuro e Juruna, máscaras e instrumentos musicais do Alto Xingu e Amazonas. O Memorial dos Povos Indígenas foi projetado por Oscar Niemeyer em forma de espiral que remete a uma maloca redonda dos índios Yanomami. O espaço tem área construída de 2.984,08m2, com acesso principal através de uma rampa. O projeto inclui área livre para exposições, pátio central – representando o centro de uma aldeia e parcialmente coberto por tampa acústica suspensa – onde são realizadas as apresentações indígenas, sala de leitura, pequeno auditório (com 48 cadeiras), sala administrativa e depósito. Em junho de 1997, o Governo do Distrito Federal recebeu dos antropólogos Darcy e Berta Ribeiro a doação de uma coleção etnográfica de 382 peças, incluindo alguns dos melhores exemplares da plumaria Urubu-Kaapor, que foram reunidas durante aproximadamente 40 anos de pesquisa de campo e hoje constituimo acervo básico do Memorial. Fonte: Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal
Em 2007, Marcos Terena assumiu a direção do memorial dos Povos Indígenas. Era a primeira vez que um índio administrava o memorial. A posse ocorreu na data em que se comemora o Dia Internacional dos Povos Indígenas: 9 de agosto. Terena passou a ser o principal responsável pelo acervo, que, entre outras preciosidades, guarda a coleção de peças indígenas do ex-senador e antropólogo Darcy Ribeiro, adquiridas durante suas viagens à Amazônia e em outras expedições pelo país. Fonte: Wikipedia
A diversidade da cultura indígena é retratada no Memorial dos Povos Indígenas, localizado na Praça do Buriti. O prédio tem forma espiral que lembra uma maloca (habitação indígena) típica das tribos Yanomami. O local recebe com frequência representantes de diferentes comunidades indígenas do País para eventos que divulgam a cultura de seus povos. No acervo do memorial estão instrumentos musicais, móveis e arte produzidos pelos indígenas. Fonte: Portal Brasil
Este Atrativo pode
ser visualizado nas
imagens [7] abaixo:
Estátua Dona Sarah e Juscelino
Pedestal com Estátua de JK
Entrada
Interior
Interior
Pátio Interno
Interior